Esqueceu sua senha?
 
 
 
 
Busca Avançada
 
 
 
Receba as notícias da
Nutrição em Pauta
em seu e-mail
 
 
 1565 artigos encontrados em Notícias
 
 
Fibras alimentam e regulam as cerca de 100 trilhões de bactérias presentes na microbiota intestinal
 
Estima-se que cerca de 100 trilhões de bactérias vivem dentro do nosso sistema digestivo. Este conjunto de bactérias e outros micro-organismos formam a microbiota intestinal que auxilia em processos fisiológicos, como a digestão e a produção de vitaminas, além de fortalecer o sistema imunológico no combate de bactérias nocivas à saúde. Desse modo, para garantir o bom funcionamento do organismo é essencial mantê-la saudável e a alimentação é o principal modo de alcançar este equilíbrio.

Para manter a flora intestinal regulada é necessário ter uma alimentação balanceada e rica em fibras. Algumas bactérias digerem fibras, e o resultado é a produção de ácidos graxos que são importantes para a saúde intestinal.
Encontradas em frutas, verduras e legumes, além das versões integrais de alimentos como massas, pães, biscoitos, cereais matinais, arroz, entre outros, as fibras são conhecidas por prevenir e tratar a constipação, além de afetar a forma como a gordura é absorvida no intestino delgado e promover a sensação de saciedade por mais tempo.

No macarrão integral, por exemplo, podemos encontrar dois tipos de fibras: as solúveis e as insolúveis. As fibras solúveis ajudam a controlar a liberação de açúcar no sangue e capturam o excesso de glicose e colesterol da corrente sanguínea, já as fibras insolúveis, auxiliam a formação do bolo fecal, facilitando o trânsito intestinal. Lembrando que todo alimento rico em fibras aumenta a necessidade de ingestão de água, para não ocasionar constipação ou prisão de ventre.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a cada oito gramas a mais de fibras alimentares ingeridas por dia há uma redução de 5% a 27% do risco de desenvolvimento de doenças coronarianas, diabetes tipo 2 e câncer no colo retal. "A maioria das pessoas consome menos de 20g de fibra por dia e deveríamos consumir no mínimo 25g. Uma dieta pobre em fibras, prejudica nossa flora intestinal, dificultando a absorção adequada dos nutrientes.

Fonte
Dra. Anna Pallottini – Nutricionista, Consultora em Nutrição da ABIMAPI
 
 
 
 
 

 
Nossos Patrocinadores
   
 
© Copyright Nutrição em Pauta. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso.