Esqueceu sua senha?
 
 
 
 
Busca Avançada
 
 
 
Receba as notícias da
Nutrição em Pauta
em seu e-mail
 
 
 166 artigos encontrados em Matéria da capa
 
 
Comportamento Alimentar de Universitários de Uma Instituição Particular do Noroeste do Paraná.
 

Eating Behavior of University of A Private Institution of Northwest Paraná .

Palavras-chave: Universitários, Comportamento Alimentar, Psicossocial.
Keywords: University, Feeding Behavior, Psychology.

RESUMO
Objetivo: Avaliar o comportamento alimentar dos universitários ingressantes e concluintes de ambos os sexos. Metodologia: Pesquisa quantitativa, transversal, com coleta de dados primários, em que foram avaliados universitários com idade igual ou superior a 20 anos, regularmente matriculados em um Centro Universitário localizado no Noroeste do Paraná. O comportamento alimentar foi avaliado por meio do Questionário Holandês do Comportamento Alimentar. Resultados: Foram avaliados 324 universitários, em ambos os sexos a maior média de escores foi para a ingestão externa, observa-se nas mulheres a média dos escores para ingestão emocional foi maior nas concluintes, enquanto que nos homens, nota-se aumento na média de escores para a ingestão externa e redução na média de escores para ingestão restritiva, dos concluintes quando comparados com os ingressantes. Porém não se verificou diferença significativa entre as variáveis. A vida acadêmica não influenciou o comportamento alimentar dos universitários.

ABSTRACT
Objective: To evaluate the feeding behavior of freshmen students and graduates of both sexes. Methodology: quantitative, cross-sectional study, with primary data collection, they were undergraduate students aged over 20 years, enrolled in a University Center located in Northwest Paraná. Eating behavior was assessed using the Dutch Eating Behavior Questionnaire. Results: A total of 324 students, the results showed no significant association between the variables. The academic world has not influences the university feeding behavior, because the influence of the family is still prevalent. In both sexes the highest mean score was for external consumption, it is observed in women the average of the scores for emotional intake was higher for graduates, while in men, there is increase in the average scores for the external intake and lower average scores for restrictive intake of graduates compared to freshmen. But there was no significant difference between the variables. The academic life did not influence the feeding behavior of the university.

Recebido – 22/9/2015 aprovado – 21/10/2015

 

 
Autores
 
Eduarda Alves
 
Graduanda de Nutrição do Centro Universitário de Maringá.
 
 
Prof. Dr. Eraldo Schunk Silva
 
Adjunto nível A da Universidade Estadual de Maringá, doutor em Agronomia (Energia da Agricultura) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita.
 
 
Profa. Dra. Diana Souza Santos Vaz
 
Professora da Universidade Estadual do Centro-Oeste (UNICENTRO), Mestre em Promoção da Saúde
 
 
Profa. Dra. Rose Mari Bennemann
 
Professora titular do Centro Universitário de Maringá, doutora em Saúde Pública pela Faculdade de Saúde Pública.
 
 

 
Os autores estão em ordem alfabética.

Este artigo é um resumo. O artigo em sua íntegra pode ser encontrado na revista Nutrição em Pauta, edição out/2015
 
Conteúdo Exclusivo para Assinantes
 
Este artigo possui a versão completa disponível no site. Se você possui uma senha de acesso preencha os campos do ítem Assinantes na parte esquerda do site.

Se você é um assinante da revista Nutrição em Pauta e não possui senha solicite já! Basta preencher os campos ao lado que enviamos
sua senha!
Solicite sua Senha
 
Nome Completo
 
E-mail CPF

 
 
 

 
Nossos Patrocinadores
   
 
© Copyright Nutrição em Pauta. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso.