Esqueceu sua senha?
 
 
 
 
Busca Avançada
 
 
 
Receba as notícias da
Nutrição em Pauta
em seu e-mail
 
 
 1464 artigos encontrados em Notícias
 
 
Leite materno pode ajudar na cura da bronquiolite.
 
A doença costuma aparecer com mais frequência nas estações mais frias do ano.

O outono marca no calendário a transição entre os dias mais quentes e mais frios do ano. As temperaturas ficam amenas e os dias mais secos na maior parte do país. As crianças reagem de imediato às mudanças bruscas no tempo e doenças alérgicas e respiratórias ficam mais frequentes. Os pais devem estar alertas, sintomas como tosse, coriza e febre podem indicar desde um simples resfriado simples até quadros mais infecciosos mais graves. A bronquiolite, que é a inflamação dos bronquíolos, é habitualmente causada por vírus e comum entre bebês com idade inferior a 2 anos. A doença começa com os sintomas gripais como tosse, febre e coriza e progride por atingir os bronquíolos, acabam levando sinais de fadiga e cansaço.

Os ambientes fechados ajudam a propagar a doença. Hidratação, nebulização e fisioterapia respiratória são tratamentos indicados para os bebês, segundo a médica. Mas os pais podem adotar medidas simples que ajudem a prevenir a bronquiolite, como manter a criança em cômodos totalmente arejados, lavar sempre as mãos ao cuidar do bebê, utilizar o álcool em gel e alimentá-lo com o leite materno. O leite materno é um dos processos indicados tanto na prevenção quanto no tratamento por conta dos nutrientes e anticorpos que são passados da mãe para os bebês, via leite materno. O leite materno é muito importante e ajuda na prevenção quanto no processo de tratamento da bronquiolite.

Fonte
Dra. Renata Scatena - Título de Especialista em Pediatria pela Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP); Título de Especialista em Terapia Intensiva Pediátrica pela Associação de Medicina Intensiva Brasileira (AMIB); Pediatra e Intensivista, é graduada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Santos, com Residência Médica em Pediatria e especialização em Terapia Intensiva Pediátrica pela Universidade de São Paulo – HCFMUSP; Médica Assistente da Unidade de Terapia Intensiva do Instituto de Oncologia Pediátrica / GRAACC/ UNIFESP; Acompanha o crescimento e desenvolvimento de seus pacientes em seu consultório.
 
 
 
 
 

 
Nossos Patrocinadores
   
 
© Copyright Nutrição em Pauta. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso.