Esqueceu sua senha?
 
 
 
 
Busca Avançada
 
 
 
Receba as notícias da
Nutrição em Pauta
em seu e-mail
 
 
 105 artigos encontrados em Saúde pública
 
 
Estado Nutricional e Condições Socioeconômicas de Gestantes Avaliadas em Unidades de Saúde no Municipio de Chaves, Arquipélago do Marajó-PA.
 
Nutritional Status and Socio-Economic Conditions of Pregnant Women Assessed in Health Units In The Municipality of Chaves, Marajó’s Archipelago –PA

Palavras-chaves: estado nutricional, classe social, gestantes.

Keywords: nutritional status, social class, pregnant women
 
RESUMO

Várias condições podem interferir negativamente na evolução de uma gestação, desta forma, é necessário estar atento ao estado nutricional e condições socioeconômicas das gestantes. O estudo teve como objetivo avaliar as condições nutricionais e socioeconômicas de gestantes atendidas em Unidades de Saúde no Arquipélago do Marajó. Tratou-se de um estudo transversal, prospectivo composto por 86 gestantes, onde avaliou-se através de uma ficha estruturada os dados antropométricos e situação socioeconômicas das mesmas. Os resultados encontrados apontaram que a maioria das gestantes eram casadas 57% (n=49), 59% (n=51) apresentavam ensino fundamental completo, a renda familiar predominante foi ≤ 1 salário mínimo em 66% (n=57) das gestantes. De acordo com o IMC pré-gestacional, 62.8% (n=54) estavam no estado de eutrofia e 65.1% (n=56) apresentava IMC gestacional adequado. Verificou-se um perfil socioeconômico pouco favorável ao período gestacional e o percentual de risco nutricional reforça a importância da avaliação e da orientação nutricional.

ABSTRACT

Several conditions may interfere negatively in a pregnancy’s evolution, thus, it is necessary to be attentive to nutritional status and socioeconomic conditions of the pregnant women. The study aimed to evaluate the nutritional and economic status of pregnant women in health units in the Marajó’s archipelago. It was a cross-sectional, prospective study composed by 86 pregnant women, where the anthropometric data and socioeconomic status of the pregnant women were evaluated through a structured form. The findings indicated that most of the women were married 57% (n = 49) while 59% (n = 51) had complete elementary school. The predominant household income was ≤ 1 minimum wage in 66% (n = 57) of pregnant women. According to pre-gestational BMI, 62.8% (n = 54) were in the eutrophic state and 65.1% (n = 56) presented adequate gestational BMI. The socioeconomic profile was unfavorable to the gestational period and the percentage of nutritional risk reinforced the importance of nutritional assessment and orientation.

 

 
Autores
 
Bruno Rafael Batista de Ataíde
 
Acadêmico do Curso de Nutrição da Universidade Federal do Pará (UFPA)
 
 
Douglas José Andrade da Costa
 
Acadêmico do Curso de Nutrição da Universidade Federal do Pará (UFPA)
 
 
Dra. Aldair da Silva Guterres
 
Nutricionista, Mestre em Doenças Infecciosas e Doutoranda em Biologia dos Agentes Infecciosos e Parasitários.
 
 
Dra. Ranilda Gama de Souza
 
Graduada em nutrição pela Universidade Federal do Pará (UFPA), Doutoranda em Biologia de Agentes Infecciosos e Parasitários
 
 
Profa. Dra. Rozinéia de Nazaré Alberto Miranda
 
Nutricionista, Professora da Faculdade de Nutrição- UFPA, Doutora em Agentes Infecciosos e Parasitários.
 
 
Rayelle Cintia Ataíde Palheta
 
Graduada em nutrição pela Universidade Federal do Pará (UFPA)
 
 

 
Os autores estão em ordem alfabética.

Este artigo eletrônico é um resumo. O artigo eletrônico em sua íntegra pode ser encontrado na revista Nutrição em Pauta, edição eletrônica de Mai/2018
 
 

 
Nossos Patrocinadores
   
 
© Copyright Nutrição em Pauta. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso.