Esqueceu sua senha?
 
 
 
 
Busca Avançada
 
 
 
Receba as notícias da
Nutrição em Pauta
em seu e-mail
 
 
 381 artigos encontrados em Entrevistas
 
 
Olimpíadas: bebida dos atletas para ir à academia
 

1) Quais são as diferenças entre Bebidas isotônicas x bebidas energéticas?

Segundo a ANVISA, as bebidas repositores hidroeletrolitícos(isotônicas) são formuladas com diferentes concentrações de eletrólitos, associados a concentrações variadas de carboidratos. Ou seja, a bebida tem por função a reposição hídrica e eletrolítica, pois apresenta em sua formulação concentrações variadas de sódio, cloreto e carboidratos. Além disso, ela também pode apresentar potássio, vitaminas, minerais. As bebidas isotônicas fazem parte dos repositores hidroeletrolíticos e são as mais utilizadas. Ainda segundo a ANVISA, os repositores energéticos são produtos formulados com nutrientes que permitem o alcance e/ou manutenção do nível adequado de energia para o atleta. Nesse caso, o carboidrato deve estar presente em 90% da formulação.

2) Quando optar pelos repositores hidroeletrolitíco?

As bebidas hidroeletrolíticas são utilizadas em situação de exercício intenso e/ou longa duração. As bebidas hidroeletrolíticas são indicadas quando ocorre a perda de sódio por meio da sudorese, ou seja, do suor, transpiração. A reposição desse mineral é importante para auxiliar na maior absorção da água e carboidratos pelo intestino durante e após a atividade física. A bebida é contra indicada para pacientes hipertensos. Devemos ficar atentos a quantidade e frequência com que a bebida é consumida. Pois, essas bebidas são fonte de sódio..

3) Quando optar pelos repositores energéticos?

A finalidade das bebidas energéticas é repor o glicogênio, ou seja, evitar a fadiga e o estresse que ocorre durante e após o exercício físico. Por ter substâncias estimulantes ao sistema nervoso central, as bebidas energéticas melhoraram a resistência física, aumentam a concentração, evitam o sono, dão uma sensação de bem-estar. 

Por isso, a bebida também é bem vinda em exercícios de longa duração e/ou alta intensidade. Com a diferença que no caso dos energéticos não há contraindicação. “Em temperaturas quentes, a melhor opção é a bebida hidroeletrolítica para evitar a desidratação. Mas as energéticas também são bem vindas, por exemplo, em uma prova de triathlon

 

 
Autor
 
Dra. Patricia Cruz
 
Mestre em Ciências da Saúde pela Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (USP). Faz parte do Departamento de Nutrição da Associação Brasileira para Estudo da Obesidade e Síndrome Metabólica (ABESO). É especialista sobre nutrição e transtornos alimentares, atua como Personal Diete é palestrante em cursos de pós-graduação.
 
 

 
Os autores estão em ordem alfabética.
 
 

 
Nossos Patrocinadores
   
 
© Copyright Nutrição em Pauta. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso.